Biscoitos

Vieira de Castro investe 25 milhões em nova fábrica

Bombons
Bombons

Vieira de Castro pretende iniciar ainda este mês a construção de uma nova fábrica de produtos alimentares em Vila Nova de Famalicão, iniciando com o investimento de 25 milhões de euros. Raquel Vieira de Castro que é a atual administradora executiva da empresa, revelou hoje à Agência Lusa que o investimento, a ser processado em várias fases, inicialmente ira empregar cerca de 30 pessoas em função do aumento do número de linhas de seus produtos para ser instalado.

A empresa explicou que "a construção de um novo edifício permite a Vieira de Castro ter capacidade de crescimento nos próximos anos", acrescentando que a produção da nova unidade vai responder as “atuais” necessidades dos consumidores, que tem muito a ver com comodidade e saúde", ainda pretendendo chegar a atingir o público infantil com seus produtos.

"A perspectiva é sempre de variar a produção e os produtos", disse o responsável, por acreditar que os novos produtos vão permitir à empresa consolidar-se nos mercados onde já está presente, bem como abrir "portas para entrar em novos mercados". A administradora executiva esclareceu, porém, que neste momento a empresa permanecerá nas três linhas de produção - amêndoas, balas e biscoitos, que são hoje os produtos prêmios da empresa. Vieira de Castro apresentou hoje a alguns dos seus principais clientes no centro de negócios do comercio de Portugal na Expo 2010, em Xangai, na China, a nova logo marca da empresa corporativa, que passou a se chamar “Vieira”.

A empresa, fundada em 1943, possui duas unidades industriais, uma para o fabrico de biscoitos e outra para produtos de confeitaria, como bombons ou amêndoas, ambas em Vila Nova de Famalicão. Vieira Castro é uma empresa familiar com 186 colaboradores e um volume de negócios em 2009 de 27,3 milhões de euros, a unidade espera atingir este ano o valor um pouco maior que a meta de 30 milhões de euros através da consolidação e desenvolvimento atual de novos mercados, “sem perder de vista a entrada em novos ramos do comercio alimentar”.

As exportações representam 30% do volume de negócios da empresa, uma das patrocinadoras do pavilhão de Portugal na Expo 2010, que está presente em mais de 40 países, com destaque para Angola, Brasil, Cabo Verde, China, Chipre, Dinamarca, Estados Unidos, França, Irlanda, Israel e Japão.

Vieira de Castro opera no mercado chinês (continental) desde 2001, mas mantém relações comerciais com a região administrativa especial de Macau há mais de 15 anos, tendo excelência em seus produtos e recordes vendas em todo comercio nacional e internacional na categoria de seu produtos.